DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 12/10/2017    114 Visualizações

Chefe de gabinete de Thiago Flores compara análise do TCE a “bonde”

Durante a madrugada da quarta-feira (11), aniversário de Ariquemes, a chefe de gabinete do prefeito Thiago Flores (PMDB), Silaine Guedes, comparou a análise do Tribunal de Contas do Estado, que verificou o extrapolamento de gastos com folha de pagamento do Poder Executivo como se fosse um “bonde andando”.

Para ela, a mídia ariquemense “ama dar notícias ruins sobre Ariquemes”. Tanto que pediu a proteção de Deus para tal. Para ela, houve direito de resposta, mas o que ocorre foi o envio de uma nota de esclarecimento, normal para quem lida com os cofres públicos. Silaine classificou isso como “mídias gratuitas são top”.

Já que a nota de esclarecimento aponta que já há redução de gastos com pessoal, quem sabe não há algum curso de “mídia training” (conhecido como treinamento de imprensa, que é um processo de treinamento dos porta-vozes de determinada organização, com o objetivo de aperfeiçoar sua capacidade de se relacionar com os jornalistas, seja na hora das entrevistas, em eventos ou em encontros de relacionamento), disponível e com preço acessível, em que a chefe de gabinete possa participar e ter sobriedade dentro do cargo que ocupa.

Lembrando a Silene que mesmo utilizando termos autocráticos, o termo de alerta foi emitido pelo TCE e não criado pelo Jornal Eletrônico Rondôniavip, cujo único propósito é divulgar as notícias com correição, isenção e responsabilidade, sejam elas boas ou “ruins”, para a gestão em que ela é funcionária e paga com dinheiro público, cujo tempo do cargo pode ser só de quatro anos ou oito, caso o “patrão” dela seja reeleito prefeito de Ariquemes.

Etenda o caso:

Alerta do TCE revela descontrole e impõe proibições à Prefeitura de Ariquemes

Prefeitura de Ariquemes: Nota de esclarecimento sobre alerta do TCE


FONTE: Rondônia Vip









  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK



    ..::TV BURITI NET::..

    PUBLICIDADE