DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 13/02/2018    268 Visualizações

Jaru: PM prende elemento de alta periculosidade suspeito de ser autor de assalto a servidora pública

Compartilhar

A Policia Militar frustrou na noite desta segunda feira (12) um assalto a pedestre, e realizou a prisão de dois elementos armados, suspeitos de serem autores de vários roubos, inclusive da servidora pública Cilda Ramos, alvejada no último dia 09, com quatro tiros.

Uma guarnição da PM realizava patrulhamento próximo ao Supermercado Irmãos Gonçalves da Avenida JK, momento em que avistaram dois elementos suspeitos em uma motocicleta Honda Bros se aproximando de duas pedestres que caminhavam pela JK em direção à Rua Beira Rio, diante o exposto os policias procederam a abordagem dos suspeitos e encontraram na cintura do garupa, um revólver calibre 22. Arma esta, que coincide com a utilizada em dois assaltos recentes no município, onde as vítimas foram alvejadas a tiros.

O garupa da motocicleta foi identificado como um criminoso de alta periculosidade, Warlem Francisco de Aquino de 29 anos, detento do regime semiaberto condenado a 47 anos de prisão por inúmeros crimes, entre eles homicídio e roubos. Warlem cumpriu 7 anos no fechado e progrediu para o semiaberto.

No momento da abordagem Warlem, utilizava uma técnica inovadora entre os criminosos monitorados, para impedir seu rastreamento, ele encapou sua tornozeleira eletrônica com papel alumínio, ação que aparentemente deu certo, pois o rastreamento apontava que ele estaria em sua residência a cerca de 3 km daquele local.

O condutor da motocicleta foi identificado como Jonatas Cordeiro da Cruz, 19 anos, este não possui passagem, acredita-se que ele estaria ingressado no mundo do crime sob a influência de Warlem. Jonatas chegou a urinar nas calças no momento da abordagem policial.

Na sequência os policias foram até o apartamento em que Warlem reside, no setor 02, encontrando no local várias peças de roupas com etiquetas, produtos possivelmente provenientes de furto ou roubo em lojas da cidade.

Diante os fatos, a dupla recebeu voz de prisão e foi conduzida para a UNISP para adoção das providencias cabíveis.

Na delegacia, Warlem demostrou ser uma pessoa muito educada e cordial, e em diálogo com os policiais, evidenciou uma certa preocupação com sua situação jurídica, a partir de mais este crime, no entanto pareceu confiante em ser novamente agraciado com a benevolência da lei brasileira.

A policia pede para as pessoas que eventualmente foram vitimas de crimes possivelmente praticados por este elementos, que procure UNISP e denuncie.

 

Jaruonline


FONTE:

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE