DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 25/11/2018    80 Visualizações

Papa pede desculpa a mulher agredida com ácido

Compartilhar
O crime aconteceu há seis anos, na Itália

O papa Francisco pediu desculpa a uma mulher italiana que teve o rosto desfigurado por um ataque com ácido cometido por seu ex-marido.

 A carta foi enviada pelo líder da Igreja Católica no último dia 11 de junho, mas divulgada apenas neste domingo (25), por ocasião do Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher.

A vítima, Filomena Lamberti, leu a carta durante um programa da emissora pública italiana "Rai" dedicado à luta contra a violência de gênero. "Peço desculpas e rezo para que a coragem que lhe devolveu sua singular beleza se torne uma bofetada na indiferença", escreveu o Papa.

O programa de TV foi realizado em parceria com a Conferência Episcopal Italiana (CEI). Lamberti viveu 35 anos submetida ao ciúme e às agressões de seu ex-marido, Vittorio, que controlava cada movimento seu.

Ao descobrir que o filho mais velho havia dado um tapa na namorada, ela compreendeu que sua situação não era mais sustentável e pediu o divórcio, negado pelo esposo. Ao descobrir ácido dentro de um recipiente, Lamberti apresentou uma denúncia à polícia, mas não recebeu ajuda.

Em 28 de abril de 2012, Vittorio despejou ácido no rosto de sua esposa enquanto ela estava deitada. Lamberti foi socorrida por um dos três filhos e levada ao hospital em estado gravíssimo, mas conseguiu sobreviver e se recuperar, após um longo período de tratamento.

Vittorio foi condenado a 18 meses de prisão por maus-tratos, mas saiu da cadeia após um ano e três meses encarcerado. A Itália registra cerca de 150 casos de feminicídio a cada ano, segundo dados do ministro da Justiça Alfonso Bonafede.

Além disso, em 2017 o país contabilizou mais de 2 mil sentenças definitivas por violência sexual e 1,8 mil por perseguição contra mulheres. (ANSA) 


FONTE: NOTICIAS MINUTO






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE