DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 29/11/2018    53 Visualizações

Alunas de Projeto de Ginástica Rítmica da Semed brilham nos campeonatos

Compartilhar

Crianças mais extrovertidas, mais dedicadas e disciplinadas em sala de aula, sem contar que o desempenho nas notas melhorou e muito. Esse é o resultado encontrado entre as alunas que participam do projeto de Ginástica Rítmica desenvolvido pela prefeitura de Porto velho, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) na escola Municipal Flor do Piquiá desde 2015.

Dezenas de meninas, em seu contraturno escolar, tem a oportunidade de aprender sobre esse esporte olímpico que é cheio de glamour e requer muita dedicação. “Um projeto que deu certo e que tem nos proporcionado muito orgulho. Estamos transformando a vida dessas crianças, que estão ocupando o tempo livre com esporte e conhecimento. Estou extremamente feliz com os resultados e com as conquistas delas em cada competição”, disse a professora do projeto Francimeire Lavareda.

As estudantes Cristel Mendonça, Letícia Santos, Nicoly Brilhante, com idades de 10 e 11 respectivamente, são alguns dos exemplos de sucesso do projeto. Há pelo menos dois anos elas alcançam excelentes resultados nas competições. “Em menos de três anos conseguimos trabalhar com essas meninas um esporte que elas nunca tiveram contato. Um esporte glamoroso, e que ajuda na coordenação motora, postura e disciplina das nossas alunas”, completou.

Cristel, perdeu as contas de quantas medalhas e competições participou. Mas algumas premiações não são esquecidas por ela, a exemplo da medalha de prata que ganhou no Torneio Regional Etapa Norte, em Belém do Pará, na seletiva para o Torneio Nacional; na Copa Bianca Maia em Manaus ganhou a medalha de bronze com a série Mãos Livres e bronze na classificação geral. No último fim de semana ela levou pra casa Ouro na série Mãos Livres, Ouro com Aparelho Bola e Ouro na Classificação Geral.

Já Nicoly da Escola Municipal Bom Princípio e Letícia da Escola Municipal Jesus de Nazaré, conta do projeto a escola tem registrado baixos índices de evasão escolar. Alunas de outras escolas municipais também participam do projeto, hoje centralizado na Flor do Piquiá, no bairro Tiradentes. “A idéia é que esse projeto alcance mais crianças, pois percebemos os resultados positivos. Em 2019 nossa pretensão é ampliar esse esporte que levado conhecimento prático da ginástica e desenvolvido em nossas alunas habilidades físicas, rítmicas e expressivas. E quero parabelizar todos os nossos professores e gestores envolvidos nesse lindo projeto”, disse o secretário da Semed, César Licório.


FONTE: Comdecom






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE