DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 03/01/2019    152 Visualizações

PF procurou por Battisti nas embaixadas de Bolívia e Venezuela

A Polícia Federal também checou informação de que Battisti estaria na Amazônia. Um mapeamento foi feito, mas sem sucesso.
Compartilhar

A ordem na Polícia Federal (PF) é não falar publicamente sobre o terrorista Cesare Battisti para dar a sensação de que o italiano não está mais sendo procurado, o que pode levá-lo a cometer alguma falha.

Agentes da PF investigaram se ao menos duas embaixadas instaladas no Brasil estariam abrigando Battisti.

O “Estadão” apurou que entre as embaixadas consultadas estão as da Venezuela e da Bolívia, que negaram terem dado refúgio para o terrorista italiano nas suas unidades.

Segundo um delegado, informações incorretas gerariam uma crise diplomática, razão pela qual dizem não acreditar que possam ter omitido a verdade nas respostas.

Desde que o ex-presidente Michel Temer decretou a extradição dele para a Itália, Battisti está foragido.


FONTE: Estadão

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE