DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 03/01/2019    105 Visualizações

Embrapa desmente fake news sobre tecnologia de dessalinização de água

Compartilhar

O perfil oficial da Embrapa no Twitter confirmou nesta quinta-feira (3) que o órgão não desenvolveu a tecnologia de dessalinização de água.

Ao contrário do que vem sendo divulgado por vários críticos do governo Bolsonaro nos veículos de imprensa, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) não desenvolveu a tecnologia de dessalinização de água nem é responsável pela implantação de miniusinas no Nordeste, informa o “Globo Rural“.

O esclarecimento se tornou necessário depois de o presidente Jair Bolsonaro ter declarado que fará parcerias com Israel para beneficiar o Nordeste. O país do Oriente Médio possui projetos de dessalinização de água para ser utilizada no deserto.

Depois da declaração, a Embrapa passou a ser citada como detentora dessa tecnologia, mas a empresa esclarece que o desenvolvimento de tecnologias de dessalinização da água e a implantação de miniusinas com esse fim cabe ao Ministério do Meio Ambiente.

Em postagem nesta quinta-feira (3) no Twitter, o perfil oficial da Embrapa prestou mais um esclarecimento.

Embrapa @embrapa
 

Olá! Ao contrário do que vem sendo divulgado, a Embrapa não desenvolveu a tecnologia de dessanilização de água. Ela desenvolveu tecnologias para aproveitamento de resíduos de dessalinização em cultivos de plantas halófitas e criação de peixes.


FONTE: Assessoria






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE