DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 08/03/2019    225 Visualizações

Vizinho estupra adolescente com necessidades especiais e diz que ela o provocou

Uma vizinha viu o homem forçando a adolescente a beijá-lo e chamou a polícia; o suspeito confessou o crime
Compartilhar

Um homem de 55 anos foi acusado de estuprar a vizinha, de 16 anos, portadora de necessidades especiais, nessa quinta-feira (07), e, ao ser questionado, confessou ter consumado o ato, justificando que a menina o teria provocado.

 

A Polícia Militar foi acionada por outra vizinha, que disse ter presenciado o crime ocorrido por volta das 8 horas, no Bairro Alameda, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá/MT).

 

Conforme o boletim de ocorrência, ao chegar ao local a equipe militar foi recebida pela vizinha denunciante, que disse ter visto o suspeito beijando a adolescente sem o consentimento dela e usando a força para obrigá-la a manter a relação.

 

Os policiais foram até a casa da menina e encontraram uma idosa de 70 anos, que afirmou ser responsável pela adolescente e que tinha ficado sabendo que ela vinha sofrendo abusos.

 

O suspeito foi detido e, ao ser questionado, afirmou que a adolescente o provocou, afirmando que ela “investiu para ter relações e já não era mais virgem”, consta no boletim de ocorrência.

 

Ele confirmou, ainda, que chegou a consumar o ato sexual com a menina, mesmo sabendo que a vítima é portadora de necessidades especiais e faz uso de remédios controlados.

 

Com a confissão do suspeito e a denúncia da testemunha, o homem foi algemado e encaminhado para a Central de Flagrantes de Várzea Grande, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável.


FONTE: O LIVRE

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE