DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 05/06/2019    92 Visualizações

Acusado de matar mulher no Garimpo Massangana é condenado a 18 anos de prisão

vítima foi morta a tiros no Garimpo Massangana
Compartilhar

Fábio Aparecido Livi Aguiar foi condenado pelo Tribunal do Júri nessa terça-feira (04) em Ariquemes, a 18 anos de prisão por participar da execução da vítima Lúcia Aparecida de Oliveira. O crime aconteceu no ano de 2015 no Garimpo Massangana, zona rural de Ariquemes.
O réu foi acusado, juntamente com outros três suspeitos de invadir a residência da vítima na madrugada do dia 25 de maio de 2015, no Garimpo Massangana e executarem, Lúcia era proprietária de um bar.
Para o Ministério Público, que ofereceu a denuncia a Justiça, o crime foi praticado por motivo torpe, consistente em vingança a desentendimentos anteriores entre o acusado e a vítima.
Fábio foi condenado a uma pena base de 17 anos de prisão, mas o Juiz Alex Balmant que comandou a sessão do Júri apontou que o réu era reincidente e aumentou a pena para 18 anos de reclusão em regime inicial fechado.
- A culpabilidade, como fator influenciador da pena, merece elevado grau de reprovação na medida em que invadiu a residência da vítima, com a finalidade precípua de exterminar a vida da vítima, demonstrando, assim, frieza emocional, premeditação, determinação e certeza, ao desferir inúmeros disparos na ofendida; antecedentes maculados, conforme certidão circunstanciada criminal, os quais ao mesmo tempo incidem em reincidência; poucos elementos foram coletados que pudessem aquilatar a sua conduta social; a sua personalidade, ante a forma de execução, demonstra brutalidade incomum, violência e sangue frio na execução do crime, sendo indicativos de má personalidade – destacou o magistrado em sua sentença.


FONTE: Jornalrondoniavip

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE