DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 05/06/2019    477 Visualizações

Dono do Gonçalves diz que trabalha para pagar funcionários

Compartilhar

O proprietário do Supermercado Gonçalves, José Gonçalves da Silva, se pronunciou neste final de semana após ex-funcionários do estabelecimento que atuavam no Acre reclamarem de ter recebido um calote da empresa. Segundo os trabalhadores, a empresa não havia acertado os direitos trabalhistas de cerca de 100 funcionários que foram para o olho da rua após o grupo varejista, que também atua em Rondônia, fecha sua única loja no Acre, em fevereiro deste ano.
José Gonçalves afirmou que o Grupo Gonçalves possui 43 anos de existência e que nesse período foi administrado único e exclusivamente por ele. “Todas as decisões e caminhos que a empresa trilhou foram decididos única e exclusivamente por mim, José Gonçalves da Silva. Entretanto, por motivos alheios à minha vontade, e principalmente pela crise financeira que assola o país, a empresa não mais conseguiu seguir seu caminho pelas próprias pernas, motivo pelo qual desde o ano de 2016 entrou em recuperação judicial, e desde então, não temos medidos esforços para honrar os compromissos”, explicou o empresário.


“Não há palavras de conforto que possa ser direcionada a todos os nossos colaboradores que ainda estão com seus direitos para serem saudados pela empresa. Todavia, estou trabalhando para resolver esses problemas o mais rápido possível, respeitando os trâmites legais da justiça”, se posicionou Gonçalves.


O empresário revelou ainda comunicado supostas ilações de que seus filhos foram responsáveis pela crise na empresa por falsas acusações de administração temerária. “Todavia, não se mostra justo com minha família, principalmente com meus filhos, querer direcionar a eles a responsabilidade pela crise da empresa, ora levantando falsas acusações de administração temerária, ora tentando mesclar assuntos políticos com o tema da recuperação judicial. Como dito eu José Gonçalves fui o único responsável pela empresa, e reafirmo por meio desta o meu compromisso de lutar para quitar as verbas salariais o quanto antes, respeitando os trâmites legais da justiça”, reforça.


FONTE: ac24horas






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE