DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 07/06/2019    156 Visualizações

Ministério da Agricultura sinaliza novos investimentos para o setor em Rondônia

Compartilhar

As potencialidades agrícolas de Rondônia, bem como as oportunidades de investimentos federais foram demonstradas pelo governador do Estado, Marcos Rocha, durante reunião na quarta-feira (5) ao secretário-Executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes.

O governador explicou que Rondônia tem uma forte atividade agropecuária e que o Estado tem buscado melhorar a agricultura familiar e a produção de peixes. “Seguimos metas para desenvolver as atividades agrícolas de tal modo que nosso estado já está entre os maiores produtores do Brasil”, explicou. Marcos Rocha pontuou que a produção de pescados e carne bovina, além do café e cacau, são produtos nos quais o Rondônia se destaca no cenário nacional.

O secretário Estadual de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, ressaltou a decisão do atual governo de incrementar a assistência técnica e a extensão rural oferecidas pela Emater. “A capacitação dos nossos técnicos da Emater e o financiamento a produtores necessitam de investimentos e o governo federal pode nos ajudar a alavancar estas ações”, arguiu. Segundo ele, recursos provindo por meio do do Banco da Amazônia (Basa) ou Banco do Brasil serão fontes de melhoria da qualidade de vida do pequeno produtor, inclusive dos assentados.

“Rondônia, hoje, é o maior produtor de peixe nativo em cativeiro do Brasil”, afirmou Padovani. Ele esclareceu que mais de 60% do total rondoniense é produzido por pequenos produtores. Para tanto, eles também precisam de uma assistência técnica específica. Evandro descreveu o investimentos em três laboratórios móveis para assistência técnica em sanidade aquícola. “Se formos apoiados pelo ministério teremos uma excelência em produção de pescados”, definiu

O secretário de Agricultura de Rondônia afirmou que o estado tem plenas condições de dobrar sua produção de peixes. Porém o desafio da pasta é abrir mercados para a proteína. A venda aos mercados internacionais e a melhoria do comércio nacional do pescado local são os objetivos a curto e médio prazo da pasta.

Marcos Montes pediu que a área técnica do órgão fizesse uma análise dos recursos possíveis a serem encaminhados à Seagri, para este objetivo demandado pelo governador. O órgão encaminhará a partir da próxima semana as informações de que montante será possível investir.

RONDÔNIA RURAL SHOW

Durante a reunião, o governador Marcos Rocha enumerou os recordes de público e de negócios deste que é um dos maiores eventos do agronegócio do país. A 8ª edição da Rondônia Rural Show recebeu público superior a 120 mil pessoas nos quatro dias de feira. “Foram negociados mais de R$ 703 milhões, que serão injetados na economia do estado”, falou. Segundo ele, o Estado tem o desafio de melhorar a logística do evento. “Para a próxima edição vamos pavimentar as principais ruas e os estacionamentos com bloquetes, estruturar as ruas com sombrites e estender as atividades comerciais até à noite”, descreveu. A expectativa de Marcos Rocha é que em 2020 o evento seja ainda maior.

Também participaram da reunião representando o ministério, o consultor Jurídico, Maximiliano Ferreira Tamer, o secretário Fernando Henrique Schwanke, o presidente da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), Ademar Silva Junior e a superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília (Sibra), Leandra Dal Bello.




 

Ministério da Agricultura sinaliza novos investimentos para o setor em Rondônia

FONTE: SECOM






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE