DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 07/06/2019    223 Visualizações

Polícia Federal investiga quadrilha que usava nome de juiz e de pessoas mortas para fraudar cartões em Rondônia

Falsidade ideológica e associação criminosa tem penas que variam de 03 a 13 anos de prisão.
Compartilhar

A Polícia Federal deu cumprimento, na manhã desta sexta-feira (07.06.2019), a 04 (quatro) mandados de busca e apreensão expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal , visando apurar a prática do crime de estelionato em detrimento da Caixa Econômica Federal, além de outras falsidades.

As investigações tiveram início após a descoberta que o grupo criminoso estaria fazendo uso de documentos pessoais de um magistrado, sem sua devida autorização, para a emissão de cartões créditos, utilizados para compras em comércios nesta capital.

A partir das investigações realizadas pela Polícia Federal foi possível identificar os envolvidos no esquema, alguns destes com longo histórico criminal, os quais recebiam em uma residência nesta capital os cartões bancários enviados pelos Correios e assinando o recibo de entrega com dados de pessoa já falecida.

Após o cumprimento das buscas, com a apreensão de diversos itens de interesse para as investigações, os envolvidos serão ouvidos na Polícia Federal e poderão responder pela prática dos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa, com penas que variam de 03 (três) a 13 (treze) anos de reclusão.

 


FONTE: Assesoria

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE