DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 08/06/2019    165 Visualizações

Homem mata esposa a facadas; ela o denunciava há dois anos

Registro da polícia revela que, em 2009, o suspeito já matou uma ex-companheira
Compartilhar

Uma mulher de 35 anos foi assassinada pelo companheiro, de 42 anos, no fim da noite dessa sexta-feira (7), próximo ao Campo de Futebol do Bairro São Simão, em Várzea Grande (Região Metropolitana de Cuiabá, MT). Ela já denunciava o suspeito por violência doméstica há dois anos.

 

O assassinato foi cometido com várias facadas no peito da vítima, por volta das 23 horas. O suspeito, Uelton Rodrigues de Jesus, ainda deixou o filho da mulher, de 15 anos, com vários ferimentos no queixo, nas nádegas e nas pernas. A suspeita é de que o adolescente assistiu à morte da mãe.

 

A Polícia Militar foi acionada por pessoas que viram o casal brigando próximo ao campo de futebol, mas quando a equipe chegou ao local, já encontrou a vítima, Maria Domingas Elias de Anunciação, uma mulher negra, magra, com cerca de 1,60 m de altura, caída no chão e aparentemente sem vida.

 

Conforme o boletim de ocorrência, ao lado dela, um adolescente de 15 anos também estava esfaqueado e no chão. Ele foi levado por vizinhos ao Pronto-Socorro de Várzea Grande, onde ficou sob cuidados médicos.

 

Os vizinhos contaram aos policiais que ouviram uma discussão entre o Uelton e Maria Domingas e o filho dela. Os militares entraram na casa da família e encontraram todos os cômodos revirados.

 

O suspeito fugiu logo após o crime e não foi mais visto. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas apenas pôde constatar a morte de Maria Domingas, causada pelas diversas perfurações em seu peito.

 

Antecedentes

 

Ao checar o nome do suspeito, os policiais constataram que ele já possuía várias passagens criminais por violência doméstica, muitas delas registradas pela vítima, que já dizia ser agredida e ameaçada pelo companheiro há mais de dois anos.

 

Nos registros constava ainda que, em 2009, Uelton já havia matado sua ex-mulher.

 

O caso foi registrado como homicídio doloso consumado contra a mulher e tentado contra o filho dela. O suspeito segue foragido.


FONTE: RONDONIAOVIVO






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE