DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 03/07/2019    197 Visualizações

Em confronto com a PM, dois criminosos do PCC são mortos e outros dois presos

Compartilhar

Dois criminosos ligados ao PCC foram mortos em confronto com a Polícia na noite de terça-feira, na BR -364, entre Ji-Paraná e Ouro Preto do Oeste.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu informações anônimas que vários membros do PCC haviam saído de Cacoal com a intenção de fazer vários ataques a membros da facção rival Comando Vermelho, em Ouro Preto do Oeste.

O ataque seria uma represália à morte de uma das lideranças do PCC, que foi morta a tiros na noite da última segunda-feira (1).

Os militares fizeram várias barreiras em pontos estratégicos e iniciaram uma rápida operação, abordando os veículos suspeitos.

Já por volta das 22h30, um jovem, conhecido no meio policial como “gordo”, identificado como Diego Pedro Ascacibas, foi baleado durante uma tentativa de homicídio que aconteceu na Rua Costa e Silva. O bando estava em um Golf.

Diante das informações, os policiais intensificaram o patrulhamento e quando uma guarnição realizava diligências na BR 364, se deparou com os criminosos em fuga. Ao avistar a viatura, um dos marginais apontou efetuou vários disparos. Os militares revidaram e o motorista do Golf acabou perdendo o controle da direção e capotou em uma ribanceira.

Já com o apoio das outras guarnições os bandidos foram cercados e presos. Dois morreram, mas só um foi identificado: Victor Gabriel de Paula Schneider, 18 anos.

Os outros dois criminosos, Matias Vieira e Guilherme de Melo, foram presos com duas armas de fogo.

A dupla confessou que tentou matar Diego Pedro e que pertence à facção PCC. Todos os criminosos possuem diversas passagens pela polícia.


FONTE: do Comando 190 / Rondoniagora

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE