DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 05/07/2019    116 Visualizações

POPULAÇÃO PEGOU: Apenados em fuga se envolvem em grave acidente e são surrados

A dupla estava em um carro modelo Clio de cor prata e seria suspeita de um roubo na Avenida Pinheiro Machado com Rua Getúlio Vargas, na região Centr
Compartilhar
FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)

Os apenados monitorados por tornozeleira eletrônica Fabiano S. L., 34, e Edson C. G. B., 21, foram espancados por populares no final da tarde de quinta-feira (04) na Rua México, bairro Embratel, na capital (RO). 

 

A dupla estava em um carro modelo Clio de cor prata e seria suspeita de um roubo na Avenida Pinheiro Machado com Rua Getúlio Vargas, na região Central.

 

Após o suposto assalto, os suspeitos saíram em fuga e na Avenida 7 de Setembro com Avenida Jorge Teixeira atropelaram uma jovem em uma motocicleta e bateram em dois carros.

 

Mesmo assim, a dupla continuou a fuga, sendo seguida por populares. O carro só parou após colidir no meio fio e estourar um dos pneus.

 

Revoltada, a população espancou os suspeitos que tiveram que ser socorridos pela Polícia Militar para a UPA da zona Leste. 

 

Foi verificado que os dois são apenados, sendo que a tornozeleira de Fabiano estaria sem sinal das 14h41 às 17h10, possivelmente ele teria usado papel alumínio envolta do equipamento.

 

Após receberem atendimento médico, os suspeitos foram apresentados na Central de Flagrantes. O carro que eles usavam era emprestado e a suposta vítima de um roubo não foi encontrada. A jovem atropelada pela dupla foi socorrida às pressas.

POPULAÇÃO PEGOU:  Apenados em fuga se envolvem em grave acidente e são surrados
POPULAÇÃO PEGOU:  Apenados em fuga se envolvem em grave acidente e são surrados
POPULAÇÃO PEGOU:  Apenados em fuga se envolvem em grave acidente e são surrados

FONTE: RONDONIAOVIVO

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE