DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 02/08/2019    258 Visualizações

Equipe de Handebol Masculino da ASPRA representa bem o Estado de Rondônia e precisa de apoio para seguir forte nas competições

Compartilhar

Atletas do Handebol Masculino de Rondônia apesar de todos os esforços que vem fazendo para representar bem o estado, tem um longo desafio pela frente só que dessa vez  fora das quadras. No próximo mês a equipe vai participar da competição:  Taça Amazônica de Handebol no período de 18 a 22 de setembro.  A competição terá clubes dos estados de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Pará (competição masculina).


 Devido não ser uma modalidade profissionalizada em nosso estado as equipes sofrem para participarem e bem representarem Rondônia nesses eventos.  O técnico professor é profissional em educação física e também Sargento da Polícia Militar Hélio Viana, vem tendo dificuldades para reunir seus atletas que moram em algumas cidades do nosso estado como  Ouro Preto, Cacoal, Vilhena, Guajará-Mirim Porto velho e Cujubim, a Logística praticamente é custeada dos próprios bolsos dos atletas. 


 A Equipe hoje, não tem uma quadra nos padrões oficiais para treinar, ex: Ginásio Cláudio Coutinho ou Ginásio DUDU que estar em reforma a mais de oito meses, as dificuldades em trazer atletas de outro estado para reforçar a Equipe ASPRA é imensa devido a falta de apoio/patrocínios. 
A competição terá três  Equipes de Rondônia:  Amec - Cacoal, Rádio Farol - pvh, e a Equipe sede - ASPRA.

Duas equipes do Acre: Gualvez e Calegario; e duas  equipes do Amazonas: COLUMBIA Esporte Clube e Zezão; e duas equipes do Pará.

A Taça Amazônica de Handebol, será realizado no período de 18 a 22 de setembro no ginásio DUDU na Av. Jatuarana zona sul de Porto Velho, o Clube da ASPRA ( Associação das Praças da Polícia Militar do Estado de Rondônia irá representar Rondônia.

Handebol é um esporte de quadra caracterizado pela velocidade, força e agilidade dos atletas. É disputado por duas equipes de sete integrantes – um no gol e seis na linha – que, utilizando uma bola e trocando passes com as mãos, têm como objetivo marcar o maior número de gols possíveis na baliza adversária. O esporte é disputado nas modalidades masculina e feminina. A partida divide-se em dois tempos de 30min, com intervalo de 10 a 15min entre eles. O jogo sempre inicia com um tiro de saída e só pode ser interrompido pelos árbitros ou cronometristas, ou por um pedido de tempo técnico. Transcorrido o tempo regulamentar, o jogo é finalizado por um sinal automático do placar eletrônico. Sai vencedor o time que marcar o maior número de gols nos sessenta minutos de jogo. Cabem aos árbitros, ao cronometrista, aos secretários e aos delegados a cobrança e aplicação das regras do esporte e da competição. 
 
O handebol teve sua primeira participação em Olimpíadas em 1936, em Berlim, Alemanha, e estreou no Mundial da modalidade em 1938, também na Alemanha. 

FONTE: TBN Noticias por Abraão Sousa






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE