DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 06/08/2019    171 Visualizações

Policiais de Cujubim tiram mais uma arma de fogo de circulação

Compartilhar

Uma guarnição da Polícia Militar em patrulhamento de rotina na madrugada de sábado para domingo, realizaram uma abordagem em um cidadão com suspeita de quebra de medida protetiva. Chegando no local onde a solicitante informou aos policiais, encontraram com o motorista dormindo dentro do veículo com sintomas de embriaguez, de imediato foi feito uma inspeção no veículo não sendo encontrado nada de ilícito na ocasião, vale ressaltar que o abordado estava dentro do perímetro permitido pela justiça, mas como a solicitante se sentiu ameaçada pela presença do seu ex-marido nas imediações, os policiais acabaram por o conduzir até a UNISP para registro de ocorrências padrão onde foi feito um TCO. O veículo foi encaminhado ao pátio do CIRETRAN devido está com o documento atrasado, ao ser feito uma vistória minuciosa foi encontrado em um compartimento muito bem escondido uma arma de fogo do tipo pistola (bereta) calibre 6,35mm com numeração raspada juntamente com quatro munições e um carregador.

Foi solicitada então a presença da comunicante que reconheceu sendo do seu ex-marido a propriedade da arma, que foi entregue a Polícia Civil para medidas cabíveis. O conduzido foi liberado após assinar um termo onde vai responder na justiça pela posse e porte ilegal de arma de fogo.

 

Art. 14. Portar, deter, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, ceder, ainda que gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, manter sob guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição, de uso permitido, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.


FONTE: TBN Noticias por Abraão Sousa

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE