DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 29/08/2019    918 Visualizações

Polícia Civil procura homicida que voltou ao local do crime e ameaçou testemunhas no interior de Rondônia

Compartilhar

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, através da Delegacia de Nova Mutum-Paraná, está procurando José Paulo Carneiro Viviani, 21 anos, acusado por homicídio ocorrido no Distrito de União Bandeirantes, localizado a cerca de 160 Km da Capital.

 

O crime ocorreu no dia 2 de junho. Rogério Santos Porto, 37 anos, teve sua vida ceifada por motivo torpe e sem chance de defesa. No dia anterior ao crime a vítima havia discutido com José Paulo no interior de um bar em União Bandeirantes.

Ao amanhecer a vítima se dirigiu à casa de um amigo para irem trabalhar em uma fazenda, porém quando chegou ao local, José Paulo sacou um revólver calibre. 38 e disparou três vezes.

José Paulo, que também é conhecido por "Cunhado", fugiu do local numa motocicleta Honda/XRE, cor dourada. Uma hora depois, quando os policiais militares estavam à espera da perícia, José Paulo retornou ao local do homicídio, reuniu as testemunhas e ameaçou todas, dizendo que o mesmo aconteceria com elas caso alguém o denunciasse a polícia. Como os policiais militares não sabiam quem era José Paulo e as testemunhas nada falaram, no momento das ameaças, não conseguiram prender o criminoso em flagrante.

Após várias diligências, a equipe de investigadores da Delegacia de Nova Mutum-Paraná, comandada pelo delegado Valney Calixto concluiu as investigações e pediu a prisão preventiva de José Paulo, que foi deferido.

O delegado disse que o suspeito é considerado de altíssima periculosidade, pois além do homicídio praticado, também responde a Inquérito Policial pelo crime de roubo em União Bandeirantes. Valney Calixto pede a população que denuncie o paradeiro de José Paulo ligando no 197 (Disque Denúncia) da Polícia Civil.

 

O CRIME:

 

Rogério dos Santos Porto, 37 anos, foi assassinado na noite de domingo (2), com vários tiros em uma propriedade rural localizada no Ramal Linha Triângulo, em União Bandeirantes, distrito de Porto Velho distante 165 quilômetros.

De acordo com informações dos policiais militares, uma pessoa foi até o quartel da cidade informando que havia ocorrido um homicídio no ramal. Os policiais foram ao local e encontraram o homem sem vida. A cena do crime foi isolada e a Polícia Criminalística acionara para realizar a perícia.

Testemunhas contaram que na noite anterior, a vítima e o suspeito estavam consumiam bebidas alcoólicas e teriam se desentendido por motivos fúteis, porém, cada um foi para um lado. Já no dia seguinte, o suspeito estava no local bebendo com as testemunhas e teria dito que iria matar a vítima se ela aparecesse no local.

Depois de alguns minutos a vítima apareceu, cumprimentou a todos, inclusive o suspeito que não falou nada. No entanto, o homem levantou-se, pegou uma arma e efetuou um tiro no rosto da vítima que caiu ao solo e o assassino ainda efetuou outros disparos. Na sequência ele fugiu em uma moto. O corpo foi levado para o IML da capital após a finalização da perícia. Ninguém foi preso.


FONTE: Rondoniagora

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE