DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 02/09/2019    305 Visualizações

Combate às queimadas chega ao 7° dia em Rondônia

Ação começou no dia 24 de agosto com chegada de dois Hércules da FAB. Exército diz que combate vai continuar em RO.
Compartilhar

O combate às queimadas chegou ao 7° dia em Rondônia. Desde o sábado (24), as Forças Armadas atuam no estado na tentativa de controlar os focos ativos. Em uma semana, segundo a 17ª Brigada, mais de 180 mil litros de água foram usados no combate dos incêndios.

A operação, chamada de Verde Brasil, acontece em cumprimento ao decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A primeira ação de combate no estado foi feita pela Força Aérea Brasileira (FAB) no sábado, quando dois Hércules C-130 foram enviados para auxiliar as equipes nas queimadas. Cada aeronave pode transportar até 12 mil litros de água. 

O combate às queimadas chegou ao 7° dia em Rondônia. Desde o sábado (24), as Forças Armadas atuam no estado na tentativa de controlar os focos ativos. Em uma semana, segundo a 17ª Brigada, mais de 180 mil litros de água foram usados no combate dos incêndios.

A operação, chamada de Verde Brasil, acontece em cumprimento ao decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A primeira ação de combate no estado foi feita pela Força Aérea Brasileira (FAB) no sábado, quando dois Hércules C-130 foram enviados para auxiliar as equipes nas queimadas. Cada aeronave pode transportar até 12 mil litros de água.

Equipes tentam controlar chamas também por terra — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar chamas também por terra — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Nesta sexta-feira (30) o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, deve visitar Rondônia para acompanhar a operação de combate às queimadas.

 

Flagrante de queimadas

 

Em um sobrevoo feito na quinta-feira (29), o G1 flagrou novas áreas desmatadas e um grande incêndio no sul do Amazonas. O voo partiu de Porto Velho e teve como destino final a cidade de Apuí.

Além das queimadas na região, o norte de Rondônia está sob uma densa camada de fumaça. As autoridades afirmam que há um foco na Terra Indígena Tenharim Marmelos.

Aeronaves usadas no combate das queimadas em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Aeronaves usadas no combate das queimadas em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar chamas em incêndio em floresta de Rondônia — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar chamas em incêndio em floresta de Rondônia — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar queimadas na vegetação de reserva em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar queimadas na vegetação de reserva em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

 

Equipes tentam controlar chamas há 7 dias em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Equipes tentam controlar chamas há 7 dias em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

Militares atuam no combate de queimadas em RO — Foto: 17ª Brigada/Divulgação

FONTE: G1






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE