DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 03/10/2019    153 Visualizações

Mais de R$ 1 mi em dinheiro vivo apreendido com auditores presos

Ao todo, foram localizados R$ 1.109.130,00, US$ 26,9 mil e 3,9 mil euros com os auditores da Receita.
Compartilhar

Divulgado pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (2), o balanço final da Operação Armadeira aponta que pouco mais de R$ 1 milhão em dinheiro vivo foi apreendido durante a ação contra auditores da Receita.

Os alvos da operação são acusados de cobrar propina de empresários e delatores da Lava Jato. Em troca do dinheiro, os servidores suspendiam multas e processos tributários no Fisco.

Somente na casa de Marco Aurélio Canal, apontado como um dos mais influentes da organização criminosa, foram localizados R$ 200 mil

 

Canal é acusado de receber R$ 4 milhões de Lelis Teixeira, réu da Lava Jato e ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor).

Lelis fez delação premiada e relatou ter negociado o pagamento para evitar multa contra a empresa de transportes carioca em um processo que corria na Receita, informa o site Metrópoles.


FONTE: PF, Receita Federal

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE