DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 04/10/2019    179 Visualizações

ROCHA ROMPE O SILÊNCIO, RECLAMA DO VALOR DA ENERGIA E ANUNCIA AUDIÊNCIA COM MINISTRO

Rocha disse em sua postagem que 'uma energia barata, com tarifas módicas e a prestação de serviços dignos é o único caminho para um estado que a
Compartilhar

O governador Marcos Rocha (PSL) rompeu o silêncio sobre o aumento da energia elétrica cobrada pela Energisa em Rondônia. Ele usou hoje (03) as suas redes sociais e repudiou a sádica cobrança e disse que vai ter uma audiência com o ministro de Minas e Energia do Governo Bolsonaro, Almirante Bento Albuquerque ainda nessa quinta-feira no Palácio Madeira. O Almirante encontra-se na cidade para participar de um evento da Câmara de Deputados sobre mineração.

 
Rocha disse em sua postagem que “uma energia barata, com tarifas módicas e a prestação de serviços dignos é o único caminho para um estado que almeja tornar-se grande e atender com dignidade e qualidade a população” e que “estamos trabalhando desde Janeiro, reorganizando Rondônia de acordo com o que defendemos na campanha. Entretanto existem heranças que não serão vencidas sem um trabalho inteligente, feito com união”.

O governador comentou que “desde o início do ano estamos enfrentando o exorbitante valor da energia elétrica. Um absurdo que atenta contra nossa dignidade. Nos últimos meses apuramos a complexidade do tema e como tomarmos atitudes certeiras, sem demagogia, a fim de solucionarmos esse problema”.

Sobre a reunião, Marcos Rocha diz que “vamos dialogar a respeito de várias necessidades relativas ao setor energético e a atual situação que estamos passando. Sabemos que a solução não cabe unicamente ao Ministro, porém conheço sua seriedade, inteligência, honestidade e a preocupação com o andamento da citada questão. Agradeço a vinda de toda a comitiva do ministro ao nosso estado para encontrarmos a melhor solução. Sua equipe é composta por pessoas de qualidade e atuantes”.

Por fim, ele agradeceu a união e o trabalho da população nos movimentos e destacou a “proatividade” da bancada federal, dos prefeitos e vereadores sobre o assunto. “O mais importante é mudarmos essa situação a curto e a longo prazo, pois um estado que produz energia para todo o país, não pode continuar refém de situações como essa”, concluiu.

 

 


FONTE: News Rondônia






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE