DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 04/10/2019    328 Visualizações

BÊBADO E SEM CNH, HOMEM ABANDONA ESPOSA DENTRO DE CARRO APÓS CAPOTAMENTO

O homem só foi encontrado horas depois, por apresentar nervosismo perto dos agentes municipais
Compartilhar

O motorista de um Chevrolet Celta, de cor cinza, abandonou o veículo com sua esposa dentro, depois de ter se envolvido em um acidente, na madrugada desta quinta-feira (3). A mulher ficou presa dentro do carro, com o impacto da batida. O homem só foi localizado horas depois.

O caso aconteceu na avenida Filinto Müller, em Várzea Grande (região da Grande Cuiabá). O motorista foi identificado como L.G.S.J, de 28 anos.

 
Vídeo feito por testemunhas mostrou uma grande movimentação no local do acidente. Segundo a narração, dentro do carro também estaria uma criança. A informação não foi confirmada oficialmente. Contudo, segundo o próprio condutor, quatro pessoas estavam dentro do veículo.

Conforme a Guarda Municipal, o motorista seguia dirigindo quando perdeu o controle do veículo e atingiu uma estrutura de ferro que sustentava a fachada de uma oficina. O impacto da batida foi tão forte que parte da estrutura quase desabou.

O motorista só foi abordado horas depois, próximo a um posto de gasolina, na avenida Júlio Campos. Ele estava com outro rapaz, um menor de idade, e os dois apresentavam lesões. Segundo a equipe, eles chamaram a atenção por terem apresentado nervosismo com a aproximação da equipe. Dessa forma, foram abordados.

O motorista foi revistado com ele foram encontrados R$ 1,8 mil. Durante a abordagem, ele confessou ser o condutor do veículo envolvido no acidente, e informou ainda que não possui Carteira Nacional de Habilitação.

Diante do caso, a equipe municipal retornou com o acusado no local do acidente, onde uma equipe da Polícia Civil fazia a perícia. Foi feito um teste do bafômetro que apontou sinais de embriaguez.

 

 


FONTE: Olivre

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE