DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 16/10/2019    225 Visualizações

Ex-prefeita de Vilhena tem bens bloqueados pela justiça

Compartilhar

VILHENA, RO - Em decisão datada do dia 20 de setembro deste ano, o juiz Andresson Cavalcante Fecury, titular da 1ª Vara Cível de Vihena, determinou o bloqueio dos bens da ex-prefeita Rosani Donadon e de seu secretário, Valdiney de Araújo Campos, que ocupou três Pastas na gestão dela. Rosani teve o mandato cassado no ano passado.
 
A decisão do magistrado atendeu um pedido do Ministério Público, que acusa a ex-mandatária de improbidade administrativa, por nomear uma servidora com salário de R$ 7.900,00 na capital. A mulher, identificada como Rosimar Alves Machado Fidelis, segundo apurou o MP, não comparecia ao trabalho, mesmo recebendo a “gorda” remuneração.
 
O caso da suposta “fantasma” foi denunciado pelo então vereador Wilson Tabalipa (PV), em 2018, quando o Ministério Público já investigava denúncia contra Rosimar, que foi casada com um policial e trabalhava numa loja na capital.
 
Ao conceder a liminar, o juiz determinou que o bloqueio atinja o limite de R$ 261.094,41 em bens dos denunciados, que terão 15 dias para se explicar (confira aqui a sentença na íntegra).
 
VALDINEY
O ex-secretário que, na época dos fatos, ocupava a Pasta de Integração Governamental, disse que está surpreso com a decisão, uma vez que chegou a ser ouvido no processo, porém, na condição de testemunha. Por isso, disse que não entraria nos detalhes da ação, e lembrou que está apenas respondendo a uma denúncia, da qual sequer foi citado.
 
ROSANI
O site fez chegar à ex-prefeita a decisão judicial, mas ela não se manifestou. Importante salientar que, neste momento, Rosani Donadon é apenas denunciada e ainda sequer apresentou sua defesa.


FONTE: Folha do Sul






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE