DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 17/10/2019    337 Visualizações

ADOLESCENTE ESPANCA BEBÊ E O DEIXA SOZINHO PARA IR A ENCONTRO

Recém-nascido foi encontrado por vizinhos do albergue social onde morava, com hematomas e quase sem respirar
Compartilhar

Um caso extremo de violência e abandono chocou a população da cidade de Rivne, no Oeste da Ucrânia. Vizinhos de uma mãe adolescente encontraram o recém-nascido dela sozinho em um berço na casa e com graves hematomas no corpo. Mykyta, que tem apenas um mês de idade, foi resgatado quase sem vida, respirando com dificuldade e com um dos olhos roxos.

O caso foi registrado pela polícia na terça-feira (17). Ao jornal Daily Mail, testemunhas contaram que a jovem de 19 anos o deixou sozinho no albergue social onde moravam para ir a um encontro. Ela teria ficado fora o dia inteiro e os moradores decidiram ir checar se o bebê estava bem.

Quando entraram na sala, eles viram Mykyta no berço com hematoma em um dos olhos, o nariz entupido de sangue seco, e quase sem respirar. Resolveram trocar a roupa da criança e perceberam mais ferimentos no corpo dela, muitos provavelmente causados por frio. Uma das vizinhas chegou a desmaiar ao ver a situação do bebê.

Socorristas e a polícia foram acionados e a criança levada às pressas para o hospital. De acordo com o Daily Mail, o estado dela é crítico. Os médicos revelaram que há fraturas no crânio, mas não foi possível examiná-la por conta da grave condição dela.

Ao retornar à residência, a mãe foi levada pelo departamento de polícia, onde foi interrogada. O porta-voz da unidade, Anton Kruk, disse que ela alegou que estava estressada pelo choro constante do bebê e o deixou em casa para se encontrar com uma pessoa. A mulher já tem outro filho, de 3 anos, que vive em um centro de reabilitação também por conta de violência doméstica.

Segundo jornais locais, ela deve responder à Justiça por agressão e abandono, crimes que podem render cerca de cinco anos de prisão no país. Serviços sociais do estado também reúnem documentos para processá-la. O pai da criança também foi procurado, mas não demonstra interesse em ficar com o bebê, que deve ir para orfanato.


FONTE: Francisco Rodrigo/Newsrondonia - Metrópoles

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE