DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 18/10/2019    250 Visualizações

SEGUNDA INSTÂNCIA

O colegiado vence qualquer douta ideia, mas o contorcionismo legal o supera. Hoje é dia de segunda instância bebê! Haja sofisma
Compartilhar

“Você é chata demais, deputada” – Deputado Felipe Francischini para a deputada Maria do Rosário

1-Segunda instância

Há nuvens negras – combinam com as togas – no quadrilátero onde onze semideuses usando a língua própria, mistifório de rococó, latim e neologismo, deitam falação sobre qualquer tema que se lhes caiam às mãos. Certo seria centrar na constitucionalidade das “coisas brasilis”, mas seria pouco para a colenda plêiade de privilegiadas mentes – mesmo as que não conseguiram passar num concurso para juiz – e daí surgiu o SSTF-Supremo Superior Tribunal Federal que se vê às voltas com a área criminal, cível, eleitoral, etc.

O colegiado vence qualquer douta ideia, mas o contorcionismo legal o supera. Hoje é dia de segunda instância bebê! Haja sofisma  

2-Climão togado

Armaria! Ontem das nuvens negras da colenda casa da justiça desceram raios e a trovoada foi ouvida no salão. O ministro Barroso vinha açoitando o ministro Moraes e de repente a lapada saiu em direção a Moraes: “Eu acho que o dinheiro público tem que ter contas prestadas” e aí o Dr. Dias deu uma voadora: “Isso é o que todos nós pensamos. V. Excia. respeite os colegas! E recebeu dois pés no peito: Eu sempre respeito os colegas.

Eu estou emitindo minha opinião. V. Excia está sendo deselegante com um colega que é respeitoso com todo mundo. Eu disse apenas que a Constituição impõe o dever de prestação de contas”. Tá feio praquelas bandas.

3-O poder dos sem rostos

Além das mais de 3 mil reclamações contra a Energisa, dos possíveis convênios irregulares com o governo, do desconforto da empresa e consumidores, da CPI que eviscera pelo menos parte das questões, surgiu outro fato: a mídia tradicional virou bode de bicheira entre os assassinos de reputação das redes sociais, jogando a todos no mesmo esgoto.

A confusão ao que parece seria uma nota da Energisa lida por apresentadores de rádio e TV como testemunhal. É dificil explicar e nem vou tentar, mas lembro que é só texto comercial. O apresentador lê e não tem a obrigação de acreditar no teor. Nas redes sociais todo mundo acredita que é jornalista.

4-Energia solar o gato da Aneel

E agora como fica? A Aneel, a queridinha do povo de Rondônia, ajustou a mira e vai atirar no idiota que acreditou e investiu em geração de energia solar.

Uma “consulta pública” bem reles será o sinal para apertar o gatilho e taxar quem acreditou que investindo em energia iria salvar o mundo. Pode ser noutro país, mas no Brasil da Aneel, nunca. Já são 120.000 geradores de energia solar no país que vendem sua energia às distribuidoras. Com a mudança pretendida o gerador pagará pelo uso da rede da distribuidora e até os encargos da conta. Diz a Aneel que a distribuidora devolve “praticamente sem custos” a energia que o consumidor gera a mais.

Apenas para lembrar: considerando que o governo estadual está com três órgãos oficiais sob a mira da CPI da Energisa – Sesdec, Procon e Ipem – e mais, considerando que redes sociais são somente canais de informação informais – ainda que tenha zilhões de seguidores – e ainda, considerando que nem todas as pessoas de Rondônia possuem acesso às mídias sociais e por fim, considerando que as mídias sociais são o terreno fértil para a disseminação de fake-news como comprovado inúmeras vezes pelo governo, dirigentes e inclusive o próprio governador, não seria  caso do governo emitir nota oficial de esclarecimento sobre o tema? Não que isso vá mudar substancialmente minha vida, mas pode ajudar a muita gente. É só um pitaco. Sorry!


FONTE: Leo Ladeia/NewsRondônia






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE