DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 18/10/2019    516 Visualizações

URGENTE - Polícia Civil prende ex-vereador e outros envolvidos em furtos de maquinários

Compartilhar

 Na manhã desta sexta-feira 18/10, após meses de investigação, Polícia Civil deflagrou a Operação Autólikos que resultou na prisão de um ex-vereador de Ariquemes e de outros envolvidos. A Operação foi comandada pelos Delegados Rosilei de Lima e Paulo Kakionis. Os suspeitos foram conduzidos a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para prestarem esclarecimentos quanto à receptação de maquinários furtados no pátio da SEFIN em Porto Velho. Na ocasião, foram subtraídas uma pá carregadeira e duas escavadeiras hidráulicas, sendo que uma escavadeira foi recuperada em Pimenta Bueno e a outras duas máquinas estariam na região de Ariquemes. As investigações apontam que transportadoras especializadas em transporte de máquinas pesadas compareciam no pátio da SEFIN e identificando-se falsamente como funcionários de Prefeituras, exibiam documento de autorização falsificado e, mediante uso das chaves que já traziam consigo, carregava m a respectiva máquina no caminhão prancha de propriedade da transportadora contratada e se evadiam na posse das res furtiva. Após intensa investigação, constatou-se que os suspeitos integram uma organização criminosa, especializada na constante prática de crime dessa natureza. Na mitologia grega, Autólikos significa "o lobo em si", ou "muito lobo" era tido como o mais ladino dos homens, o mais formidável ladrão da época, dono de façanhas como roubar o cinturão de Héracles, e, a mais importante façanha delas, roubar o poderoso Zeus. 

         Detalhes sobre as prisões e os envolvidos estão sendo mantidas em sigilo, pois as investigações ainda estão em curso. 

         Mais informações no Programa Bronca da Pesada, a partir das 11 horas, com reprise às 20 horas, pela TV do Povo Canal 35 e agora no Digital 35.1, filiada Rede Meio Norte.

 


FONTE: Ariquemes 190

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE