DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 18/10/2019    219 Visualizações

Ex-presidente da Câmara e outros envolvidos em receptação de maquinários são presos

Compartilhar

ARIQUEMES RO - A Operação Autólikos, deflagrada pela Polícia Civil em Ariquemes na manhã desta sexta-feira (18) e comandada pelos delegados Rosilei de Lima e Paulo Kakionis, resultou na prisão do ex-vereador Messias Elias da Rocha Neto, que foi presidente do Legislativo Municipal; José Ricardo Dalicio, Charles Ferreira Leite Lima e outros envolvidos em receptação de uma pá carregadeira e duas escavadeiras hidráulicas do pátio da Secretaria de Finanças de Porto Velho.

Na manhã de hoje, os suspeitos foram conduzidos a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) para prestarem esclarecimentos. Segundo a Polícia, a escavadeira foi recuperada em Pimenta Bueno e a outras duas máquinas estariam na região de Ariquemes.

As investigações apontam que transportadoras especializadas em transporte de máquinas pesadas compareciam no pátio da Sefin e, identificando-se falsamente como funcionários de Prefeituras, exibiam documento de autorização falsificado e, mediante uso das chaves que já traziam consigo, carregavam os maquinários avaliados em mais de R$ 1 milhão em um caminhão prancha de propriedade da transportadora contratada.

Após intensa investigação, constatou-se que os suspeitos integram uma organização criminosa, especializada na prática deste tipo de crime.

Origem

Na mitologia grega, Autólikos significa "o lobo em si", ou "muito lobo" era tido como o mais ladino dos homens, o mais formidável ladrão da época, dono de façanhas como roubar o cinturão de Héracles, e, a mais importante façanha delas, roubar o poderoso Zeus.

O Caso

No início de 2019, a Polícia Civil prendeu um indivíduo tentando sair de Porto Velho com um maquinário com documentação falsa. Diante da suspeita, foi feito um levantamento no pátio da Secretaria de Agricultura onde foi constatada a falta de três máquinas, sendo uma pá carregadeira e duas escavadeiras hidráulicas.

A pá foi subtraía em dezembro de 2018 e as escavadeiras em janeiro deste ano. O caso foi investigado, e constatado que uma escavadeira hidráulica estava em Pimenta Bueno, pois havia sido vendida para um garimpeiro. Em seguida, os investigadores tiveram a informação que a outra máquina estava em uma Fazenda em Ariquemes. No local o proprietário confirmou que o maquinário esteve por lá por alguns dias, porém, já havia sido retirado.

A outra informação é que a máquina estaria com um empresário, porém, nada foi localizado. A equipe de investigação retornou para Porto Velho, onde teve a informação que o maquinário estaria na Fazenda do irmão do empresário que, ao saber que estava sendo investigado, conseguiu esconder o bem furtado na mata.

Em depoimento, os suspeitos confirmaram que o maquinário esteve na propriedade. Os maquinários foram adquiridos para o estado através do Calha Norte que é o maior programa de desenvolvimento urbano de municípios. Por se tratar de um recurso Nacional, a Polícia Federal também está atuando no caso.

Veículos subtraídos:

1. Pá carregadeira subtraída no dia 22.12.2018 às 13h42min. tomb. N. 6894 e chassi n. BZNW13VJAEH09488

Valor: R$ 342.550,00.

2. Escavadeira hidráulica subtraída no dia 16.01.2019 às 16h45min. tomb. N. 8151 e chassi n. HB2N245CLHAA02465.

Valor R$ 433.571,00.

3. Escavadeira hidráulica subtraída no dia 18.01.2019 às 13h50min. Tombamento n. 8735, chassi n. HBZN245CEHAA02470.

Valor R$ 433.571,00.

 


FONTE: Ariquemes 190

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE