DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 05/11/2019    180 Visualizações

RESULTADO FINAL: Exército divulgado números da Operação Verde Brasil

1400 incêndios foram combatidos.
Compartilhar

Antes do início da Operação Verde Brasil se questionava, naquele momento, o suposto aumento do número de queimadas na Amazônia e possível falta de interesse do governo federal na manutenção das ações em favor da mesma.   Naquela ocasião, fazia-se a comparação de dados do ano passado com os divulgados pelo INPE. Havia dois entendimentos: Questionamento ao governo comparando números ao ano de 2018 e esclarecimentos de que no ano passado houve mais chuva e que a quantidade de pontos de calor este ano está abaixo da média histórica.   Para esclarecer as polêmicas o governo adotou medidas para conter os incêndios e reduzir os crimes ambientais. Mas a ideia também era divulgar as soluções adotadas, esclarecer as peculiaridades da área amazônica, e desfazer  o sentimento negativo internacional.   Assim começou o trabalho das assessorias de Comunicação Social do Centro de Operações Conjunto (COC) e dos Comandos Conjuntos ativados pela Operação Verde Brasil.     No dia 23 de agosto, o Presidente da República autorizou o uso das Forças Armadas para a Operação de Garantia da Lei e da Ordem na Amazônia Legal, denominada Operação Verde Brasil.   A partir daí foi ativado o Centro de Operações Conjuntas (COC) e dos Comandos Conjuntos ativados (Anexo B), no qual uma das células era a de Comunicação Social.    No Ministério da Defesa, um oficial da Assessoria de Comunicação (ASCOM) passou a tratar das atividades de Comunicação Social no contexto da operação. Atendendo às demandas recebidas e gerando conteúdos positivos para a produção de matérias diárias a serem publicadas no site do Ministério da Defesa e replicados nos meios oficiais de comunicação do governo. Para a atividade, foi solicitado o apoio dos Centros de Comunicação Social das Forças, e assim, um oficial da FAB comparecia pela manhã e um da Marinha, à tarde, em forma de revezamento, para a compilação dos dados que serviriam de subsídios para as respostas às demandas de imprensa.   A estratégia utilizada foi a de se produzir matérias, quase que diariamente, com as informações mais recentes da operação para abastecer a  mídia e ao mesmo tempo oferecer pautas. O material produzido pelo Ministério da Defesa oferecia  a divulgação dos resultados atualizados. Gerando uma fonte segura de informação para os meios de comunicação interessados no tema.   Foi ainda, convencionado que as das demandas regionais seriam atendidas pelos comandos conjuntos e as demandas de caráter nacional, pelo Ministério da Defesa.


FONTE: Assessoria






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE