DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 26/11/2019    597 Visualizações

Bando acusado de onda de roubos em fazendas é preso em operação da PM

Eles foram abordados durante a barreira montada pela PM e ocupavam um carro modelo Uno de cor verde (sem restrição de roubo)
Compartilhar
Eles foram abordados durante a barreira montada pela PM e ocupavam um carro modelo Uno de cor verde (sem restrição de roubo)

Dando continuidade na Operação Horus, deflagrada pelo Ministério da Justiça, policiais militares do Batalhão de Fronteira e Divisas (BPFron) realizaram na noite de segunda-feira (25) a prisão de Gustavon L. R. O., 31, Kleber C. R. A. J., 25, Alisson H. B. S. R., 38, e apreensão de um adolescente de 17 anos. A ação da polícia aconteceu na BR-319, quilômetro 05, entrada da Comunidade Joana D' Arc, após a ponte do rio Madeira, em Porto Velho (RO).

 

O bando foi flagrado armado com uma pistola calibre 380 contendo 15 munições e confessou que estava indo fazer um roubo em uma fazenda na linha 17 da BR-319. Eles foram abordados durante a barreira montada pela PM e ocupavam um carro modelo Uno de cor verde (sem restrição de roubo).

 

A arma estava na cintura de Kleber, que confessou que a intenção deles era realmente ir praticar assalto em uma fazenda. Já Alisson admitiu que o bando havia cometido outros roubos em propriedades rurais naquela localidade em datas anteriores.

 

Os policiais foram até a casa de Alisson e acharam uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22, além de um notebook que havia sido roubado em um dos assaltos em fazendas. Na casa foi abordado o adolescente, que também foi detido.

 

Os quatros foram apresentados na Central de Flagrantes para as providências cabíveis.

NA BR-319: Bando acusado de onda de roubos em fazendas é preso em operação da PM
NA BR-319: Bando acusado de onda de roubos em fazendas é preso em operação da PM

FONTE: Rondôniaovivo

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE