DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 02/12/2019    303 Visualizações

Justiça mantém pena de 20 anos a dupla que matou para roubar motocicleta

Compartilhar

PORTO VELHO RO - Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia mantiveram a condenação de 20 anos de prisão, no regime fechado, a dupla Joel Leite de Oliveira, 29 na anos, e Diego Sousa da Silva, 21, pelo crime de latrocínio, ocorrido dia 22 de agosto de 2017.  

Os dois foram condenados no final do ano passado pelo juízo da 3ª Vara Criminal de Porto Velho pelo assalto seguido de morte da trabalhadora Rosana da Silva Mendes, de 30 anos, em frente ao templo da Igreja Universal e do Clube Sindeprof, na rua Mileni Costa, bairro Três Marias. 

De acordo com os desembargadores, os dois já foram condenados à pena mínima (20 anos) e não há como a penalidade ser diminuída (lembrando que a pena máxima para este tipo de crime é 30 anos). “Pena-base aplicada no mínimo legal pelo juízo de primeiro grau, pedido prejudicado”, diz a decisão. 

O crime

No inquérito relatado ao Ministério Público, que ofereceu denúncia à Justiça, consta que a vítima foi morta com um tiro por não obedecer ordem de parada da dupla que queria roubar a  motocicleta. Era por volta das 7h da manhã, quando Rosana acabara de deixar a filha no colégio. 

Joel Leite já tem diversas passagens pela polícia, incluindo homicídio, roubo a mão armada e tráfico de drogas. Diego Souza já tem passagem quando menor e foi preso depois de adulto e foi preso 19 dias depois do crime por porte ilegal de arma. Os dois estão presos no Urso Branco.


FONTE: O Observador

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE