DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 30/12/2019    274 Visualizações

Com texto sobre massacre indígena, aluna de escola pública de RO ganha Olimpíada de Língua Portuguesa

A estudante Karoline Vitória, de Espigão do Oeste, concorreu com mais de 11 mil alunos de todo o país.
Compartilhar

As memórias de um atentado que aconteceu na década de 60 contra o povo indígena Cinta-Larga se tornou uma história premiada nacionalmente nesse mês de dezembro na Olimpíada de Língua Portuguesa, promovida pelo Ministério da Educação (MEC) e parceiros.

Karoline Vitória de Souza tem 13 anos e é estudante da Escola Estadual Jerris Adriani Turatti, do município de Espigão do Oeste (RO).

Concorrendo contra mais de 11 mil estudantes em todo o país na categoria "Memórias Literárias", a aluna trouxe a medalha de ouro para Rondônia com a história “Paralelo 11: do cocar vermelho ao pé de jatobá”.


FONTE: G1/RO






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE