DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 13/01/2020    132 Visualizações

Pediatra se nega a atender criança no final de semana e caso vai parar na polícia

Segundo o médico, aos finais de semana ele não atende pelo plano de saúde
Compartilhar

Após um médico negar atender seu filho em um hospital particular de Vilhena, um homem de 37 anos procurou a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública) para denunciar o caso, que está registrado como omissão de socorro e aconteceu na tarde do sábado (11).


 
O filho de denunciante, um menino de um ano e sete meses, estava com febre quando foi levado para a unidade de saúde. Lá, o pai foi informado que seria necessária a avaliação de um pediatra, mas não havia um profissional da área disponível no momento.


 
Enquanto ainda estavam no hospital, os pais da criança viram um pediatra no local e pediram que ele atendesse seu filho, porém, tiveram como resposta que o atendimento não seria possível porque aos finais de semana não faz consultas pelo plano de saúde.


 
Mesmo quando foi dito ao profissional da saúde que ele seria pago fora do plano de saúde pelo serviço, ele ainda negou o atendimento. Diante da situação, o pai do menino que estava doente procurou a Unisp e registrou o caso, para que sejam tomadas providências cabíveis.


FONTE: FOLHA DO SUL ONLINE

Aos leitores, ler com atenção

*Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.*







  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE