DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 05/02/2020    61 Visualizações

Distância e falta de gols: os desafios do Boa Esporte pela Copa do Brasil

Time de Varginha tem a vantagem do empate contra o Vilhenense (RO) na primeira fase da competição
Compartilhar

O Boa Esporte tem compromisso importante nesta quarta-feira (5). É a estreia da equipe de Varginha (MG) pela Copa do Brasil. O adversário será o Vilhenense, de Vilhena (RO), em partida que acontece às 20h30 (horário de Brasília) no estádio Portal da Amazônia. Por ter melhor classificação no ranking da CBF, o time de Varginha tem vantagem do empate no confronto, que ocorre em partida única, para conquistar a classificação para a próxima fase da competição.

Distância, o primeiro adversário

 

Para conseguir a classificação no confronto, a equipe de Varginha tem uma viagem de mais de três mil quilômetros pela frente.

E o Boa Esporte inicia esta jornada de ônibus, na tarde desta segunda-feira (3), quando vai até São Paulo. Da capital paulista, o time varginhense alça voo direto até Vilhena na manhã de terça-feira (4). A previsão de chegada do time de Varginha na cidade do jogo é entre 11h e 12h.

Em Vilhena, cidade em que a partida ocorre, o Boa Esporte ainda realizará treinamentos antes de entrar em campo para a decisão.

 

Falta de gols, o segundo adversário

 

Outro obstáculo que o Boa Esporte tem pela frente na busca pela classificação é a falta de gols. Nas três partidas oficiais que disputou no ano, a equipe de Varginha passou em branco em todas: derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro e empates sem gols diante de Coimbra e Tombense.

 

Ciente da dificuldade da equipe no momento de fazer os gols, o técnico Nedo Xavier enalteceu o volume de jogo do Boa Esporte nas últimas partidas, mas destacou a importância de marcar gols em um jogo decisivo e que vale vaga para a próxima fase da Copa do Brasil.

- Criamos diversas oportunidades [nos jogos anteriores], faltou um pouco mais de tranquilidade. [Vou] conversar bem com os atletas, trabalhar bem essa questão ofensiva, para que não ocorra mais isso nos próximos jogos e a gente consiga fazer os gols. [O time] tem criado bastante, infelizmente não tem feito o gol. Vamos trabalhar e acreditar, pois temos potencial para isso. É um jogo decisivo. Nesses jogos têm que estar preparado, para sair com a classificação - disse o treinador.

Para o confronto decisivo, o Boa Esporte conseguiu folga no final de semana do Campeonato Mineiro. A equipe enfrentaria o URT, em Varginha, mas a partida foi adiada para o dia 19 de fevereiro. Com isso, Nedo Xavier pode realizar treinamentos para tentar aprimorar o setor ofensivo da equipe.

 

O adversário

 

O Vilhenense, adversário do Boa Esporte pela Copa do Brasil, fez apenas uma partida oficial em 2020. O jogo ocorreu no sábado (1º), quando o time de Vilhena empatou diante do União Cacoalense, no Portal da Amazônia.

 

Mesmo com apenas este jogo no ano, o Vilhenense já conseguiu fazer algo que o Boa Esporte não fez. A equipe de Rondônia balançou as redes na estreia pelo estadual, no empate por 1 a 1 contra o União Cacoalense.


FONTE: GE/RO






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE