DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 18/03/2020    819 Visualizações

Cliente é acusado de furto no Atacadão e comprova pagamento

Alcides Bento foi arrastado do ponto de ônibus até a gerência do atacadista onde mostrou o cupom fiscal
Compartilhar

Alcides Bento Batista, de 47 anos, foi vítima de constrangimento ilegal após comprar dois panos de chão no Atacadão, na avenida Costa e Silva em Campo Grande, nessa tarde de segunda-feira (16). Ele foi acusado de “furtar” a mercadoria dentro do atacadista, mas estava com o comprovante fiscal de pagamento.

 

Segundo informações do boletim de ocorrência, Alcides pegou dois panos de chão, passou pelo caixa onde efetuou o pagamento, pegou o comprovante, colocou dentro da sacola e saiu em direção ao ponto de ônibus.

 

Alcides foi abordado por três homens, sendo dois trajados com o uniforme do mercado e outro a paisana com uma pistola na cintura. Ainda de acordo com o registro policial, sem o deixar mostrar o cupom fiscal, eles o arrastaram até a gerência do comércio.

 

No local, ele abriu a sacola e mostrou ao gerente o pagamento. O gerente pediu desculpas e ofereceu uma caixa de bombom para Alcides e pediu para que ele assinasse um termo que não iria representar contra o Atacadão.

 

Ao ser arrastado, Alcides teria perdido uma corrente de ouro do trajeto do ponto de ônibus até a gerência do mercado. A vítima teria pagado R$ 2,6 mil no assessório que teria 6,5 gramas.

 

O gerente do mercado disse a vítima que se ele assinasse o termo eles o ajudariam a procurar a corrente. Alcides recusou e o gerente o mandouele sair do mercado.

 

O caso foi registrado como constrangimento ilegal na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac).


FONTE: JD1






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE