Acir Gurgacz comenta sucessão estadual em RO, mas frisa que momento atual não é propício para “debater política”

Por telefone nesta terça-feira, 9, o senador Acir Gurgacz, do PDT, conversou com a reportagem do Extra de Rondônia, falando direto do plenário do Senado Federal.

Questionado sobre o posicionamento de sua legenda na sucessão estadual, ele declarou que o partido não está definido, mas provavelmente deverá apostar em candidatura própria.

“No entanto, estamos vivendo em meio a uma pandemia, e o momento não é apropriado para se debater política, e sim cuidar da saúde de nossa população”, analisa.

Acir comentou que para uma legenda do porte do PDT uma candidatura própria ao governo é algo “natural”. Apesar disso, ele declarou que nem a sucessão ao Executivo ou mesmo as eleições do ano que vem de um modo geral tem sido discutidas internamente.

“Não é certo nos preocuparmos com isso agora, com essa tragédia que está acontecendo no país em virtude da pandemia”, declarou Gurgacz, cuja vaga no Senado é justamente a que estará em disputa em 2.022.

Sobre ações da bancada federal para o enfrentamento da Covid 19, o senador destacou o envio de recursos aos municípios do Estado e a inclusão de emenda coletiva no orçamento da União, no valor de R$ 11 milhões, para aquisição de vacinas.

As verbas serão distribuídas proporcionalmente entre os municípios, de acordo com o número de habitantes. “Porém, hoje não há vacina para comprar no mercado internacional, no entanto já garantimos esta verba para aquisição do produto aos rondonienses assim que houver disponibilidade”, anuncia.

 

 

 

FONTE:Da Redação

Nada para mostrar aqui

Deixe um comentário

Posts Relacionados