APOIO: Banco do Povo reforçou disponibilidade de crédito financiando

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Com a missão de ser um instrumento de apoio e segurança do pequeno empreendedor, ainda mais importante no período da pandemia, o Banco do Povo em Rondônia não parou suas atividades e tem para este ano cerca de R$ 12 milhões disponíveis para financiar pequenos negócios rurais e urbanos e evitar a estagnação produtiva, garantindo a geração de emprego e renda e fomentando a economia estadual.
Para o presidente, Manoel Serra, este é o objetivo fim da criação do Banco do Povo, que tem no governador Marcos Rocha seu principal aliado e defensor. Ele explicou que, em tudo existe a marca e a orientação do chefe do Governo, seja nas ações que visam facilitar o acesso ao crédito ou na expansão do banco, para atender mais e melhor ao cidadão empreendedor.
BOM PAGADOR
Segundo Serra, o banco é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), uma associação de crédito ao cidadão de Rondônia diferenciada nos procedimentos contratuais com o pequeno empreendedor, não havendo, por conseguinte, dificuldades para realização de cadastro ou para garantia do empréstimo para impulsionar seu empreendimento. Basta que o candidato ao microcrédito comprove que desenvolve alguma atividade e que está tendo dificuldades para tocar e gerir o seu negócio por falta de recursos.
Neste ponto, é seguro trabalhar com este segmento da economia, visto que “para o pequeno produtor, o maior patrimônio dele é seu próprio nome. Então, ele zela muito por isso. Nós não tivemos nenhuma inadimplência em todo o período da pandemia”, assegurou o presidente, informando que a instituição atualmente dispõe de aproximadamente R$ 12 milhões para financiar o pequeno empreendedor em suas necessidades de crédito, que variam de R$ 300 a R$ 30 mil, para aplicação em qualquer área da cadeia produtiva de empreendimentos rurais e urbano.
CRÉDITO
Segundo Serra, nos 22 postos (agências) da instituição espalhados por todo Estado de Rondônia – São Felipe do Oeste, Alta Floresta D’Oeste, Espigão D’Oeste, Ariquemes, Porto Velho, Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Cacoal, Vilhena, Cerejeiras, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, Pimenta Bueno, Candeias do Jamari, entre outras -, o banco já financiou 2.500 projetos de abril de 2020 até o momento, atendendo ao Programa do Microcrédito Produtivo Social da Pandemia, com recursos do Fundo de Investimento e Desenvolvimento Industrial do Estado (Fider).
Neste período já foram investidos mais de R$ 10 milhões em projetos de apoio e fomento à atividade empreendedora, e para isso, além dos postos sediados nesses municípios, o Banco dispõe de um Escritório Móvel (um ônibus adaptado), que vai de forma itinerante aos demais municípios e regiões que não têm agência para levar seu apoio às comunidades. “Este é o papel do nosso banco, em defesa e pelo desenvolvimento do Estado, direcionando suas ações àquele que produz e gera riqueza”, conclui o presidente.
FONTE:Governo de Rondônia
final materia 1
final materia

Deixe um comentário

WorldNet Notícias
Da costa Notícias
prime
Paiva Veículos Notícias
Atacarejo Preço Baixo Da Costa Notícias

Posts Relacionados