Bebê que se afogou em piscina em Vilhena não resiste e morre no MT

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

O bebê vilhenense que se afogou na piscina de sua casa, em Vilhena e inspirou campanhas de orações não resistiu e veio a óbito após dez dias de luta pela vida em um hospital de Cuiabá (MT), para onde foi transferido em estado grave.

Ao comunicar o óbito, a família do pequeno Adam Miglioranza Balieiro anunciou que doará os órgãos da criança para transplantes.

Confira a Nota

“As famílias Balieiro e Miglioranza comunicam que, mesmo diante de todos os esforços, orações e atendimentos prestados, o pequeno Adam Miglioranza Balieiro, de 1 ano e 11 meses, vítima de afogamento no último dia 20 de dezembro na piscina da própria casa, não resistiu, e teve morte encefálica.

Adam chegou ao Hospital Regional desacordado, foi reanimado, sedado e encaminhado para UTI do Hospital Femina, em Cuiabá/MT. Durante todo esse tempo o bebê respirou com auxílio de aparelhos o que preservou o funcionamento de seus órgãos. Com a retirada dos sedativos, Adam chegou a movimentar membros do corpo. No entanto, segundo os médicos, tratavam-se de movimentos involuntários.

Após a emissão do laudo médico que constatou a morte encefálica os pais do bebê optaram pela doação dos órgãos.

As famílias informam que o corpo não será levado para Vilhena/RO. O velório será realizado na capital mato grossense.

AGRADECIMENTOS – À Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, equipe médica do Hospital Regional, amigos e voluntários que se mobilizaram de forma incansável para prestar os primeiros socorros.

À comunidade vilhenense que nos últimos dias se uniu em uma única corrente de oração pela recuperação do Adam. Além das centenas de mensagens de carinho, força e afeto. À todos nossa eterna gratidão!”

Fonte:Diário da Amazônia

final materia 1
final materia

Deixe um comentário

WorldNet Notícias
Da costa Notícias
prime
Paiva Veículos Notícias
Atacarejo Preço Baixo Da Costa Notícias

Posts Relacionados