BRASIL: Rondônia lidera índice com melhor Plano de Retomada da Economia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Segundo avaliação dos planos de flexibilização estaduais do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), fundação pública vinculada ao Ministério da Economia, Rondônia e mais quatro estados lideram com os melhores planos de Retomada Gradual das Atividades Econômicas de distanciamento social. Para cada critério, atribuiu-se uma pontuação de 2, 1 ou 0 com o objetivo de se realizar uma avaliação quantitativa.
Avaliação representa esforço dos governos no enfrentamento da pandemia
A avaliação foi feita seguindo os critérios derivados de recomendações internacionais e nacionais para a flexibilização, levando em conta se o plano considera a evolução do número de casos/óbitos por Covid-19, a taxa de ocupação dos leitos como critérios para a implementação ou flexibilização das medidas de distanciamento social, a transparência dos indicadores, informações sobre testagem dos casos, monitoramento e rastreamento dos contatos, se o plano é regionalizado e se os municípios seguem o plano estadual.
O Governo de Rondônia continua informando a população com acesso às informações, sobre ações de combate, enfrentamento e contratação de pessoas e chamamento público através do Portal do governo de Rondônia, Portal Coronavírus e Portal da Transparência de Gastos Covid-19. As redes sociais também são canais de divulgação das notícias e dados relacionados à pandemia do coronavírus.
Dos 26 Estados e Distrito Federal, seis não possuíam planos de flexibilização de medidas de distanciamento social implementados até o dia 31 de julho de 2020. Com a observação dos planos, pode-se notar que a evolução da epidemia e a taxa de leitos ocupados são critérios para se flexibilizar medidas de distanciamento nos outros 21 estados que adotaram planos de flexibilização.
A nota técnica do Ipea, também mostra que, 14 Estados formalizaram estes critérios em fórmulas de cálculo claras e amplamente divulgadas, as quais pautam a reabertura de certos setores ou a suspensão de suas atividades. Dos estados que possuem planos, 18 adotaram políticas regionalizadas, ou seja, mais rigorosas para áreas de maior risco.
Essa avaliação representa parte do esforço dos governos no enfrentamento da pandemia. Na sua conclusão, mostra que a maioria dos Estados adotaram planos baseados em critérios objetivos, como a evolução da epidemia de Covid-19 e a capacidade hospitalar.
O Ipea fornece suporte técnico e institucional às ações governamentais, possibilitando a formulação de inúmeras políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiros, e disponibiliza, para a sociedade, pesquisas e estudos realizados por seus técnicos.
FONTE : ASSESSORIA
final materia

Deixe um comentário

da costa 2
deputados fotos
anuncio
anuncio 2
da costa

Posts Relacionados