“Não tem cabimento levantar qualquer dúvida sobre as eleições”, diz presidente do Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), usou as redes sociais para defender a lisura do processo eleitoral brasileiro. Pacheco citou as urnas eletrônicas, alvo de frequentes ataques bolsonaristas, e afirmou que os aparelhos são confiáveis. “As instituições e a sociedade podem ter convicção da normalidade do processo eleitoral. A Justiça Eleitoral é eficiente e as urnas eletrônicas confiáveis. Ainda assim, o TSE está empenhado em dar toda transparência ao processo desde agora, inclusive com a participação do Senado”, escreveu Rodrigo Pacheco. “Não tem cabimento levantar qualquer dúvida sobre as eleições no Brasil. O Congresso Nacional é o guardião da democracia!” A declaração de Pacheco, feita nesta quinta-feira (28), acontece após a revelação de Jair Bolsonaro (PL) de que as Forças Armadas sugeriram que houvesse uma contagem paralela de votos, feita por militares. “Quando encerra eleições e os dados chegam pela internet, e tem um cabo que alimenta a ‘sala secreta do TSE’. Dá para acreditar nisso? Sala secreta, onde meia dúzia de técnicos diz ‘quem ganhou foi esse’. Uma sugestão é que neste mesmo duto seja feita uma ramificação, um pouco à direita, porque temos um computador também das Forças Armadas para contar os votos”, disse Bolsonaro na última quarta-feira (27), durante evento no Palácio do Planato. Os ataques do governo Bolsonaro às urnas eletrônicas não são novos. O presidente tem insistido na tentativa de descredibilizar o método de votação usado no Brasil. Os posicionamentos de Bolsonaro quanto ao assunto são alvo de um inquérito.

Fonte: YAHOO

Deixe um comentário

Posts Relacionados