NOVO: Agricultor poderá ter seguro baseado nas variações do clima

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

O produtor rural pode começar a pensar em ter um modelo inovador de seguro, baseado em parâmetros climáticos previamente estabelecidos, e com negociação do resseguro em bolsa de valores.

 

Confirmado por duas fontes de seguradoras, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) está desenvolvendo, em conversas com o setor, este que será um dos eixos estratégicos definidos pelo novo diretor, recém-nomeado, Miguel Lacerda.

 

Não à toa, o modelo foi inspirado, de certa forma, no RenovaBio, formatado por Lacerda enquanto diretor de Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia. Ao desenvolver a metodologia de precificar a menor emissão de carbono na produção de biocombustíveis, adicionou um sistema de negociação na B3 (B3SA3) dos Créditos de Descarbonização (CBios) entre as unidades produtoras e as distribuidoras, além de investidores extra-setor.

O seguro rural agora desenhado, em parceria com as seguradoras, terá como base um “index de Clima para Seguros Paramétricos”, diz um dos profissionais ouvidos, para quem “o sistema poderá ser até maior que o RenovaBio”.

Segundo uma das fontes ouvidas por Money Times, que pediram off por conta de pauta ainda embrionária, “seguros paramétricos são executados quando são cumpridos os parâmetros climáticos estabelecidos na apólice e indenizam aqueles relativos à perda econômica direta ou indiretamente, diferente dos seguros tradicionais”.

Não é necessário haver um dano físico nas propriedades do segurado, mas é necessário cumprir os índices estabelecidos no contrato como milimetragem das chuvas, velocidade do vento, entre outras variáveis.

 

Ainda de acordo com um desses interlocutores, presente nas primeiras reuniões com Miguel Lacerda, os índices paramétricos serão definidos pelo Inmet, ante a isenção do órgão governamental.

 

Destaca-se, ainda, que por conta disso o seguro não necessitará de vistoria, o que tornará o valor mais acessível ao segurado.

 

E, para a seguradora, a opção de negociação do resseguro, é algo que adiciona vantagens, acrescenta um dos dois executivos do mercado, acentuando, ainda, que já houve consultas do Inmet e dos parceiros junto à B3 para começarem a estudar o futuro instrumento do mercado de títulos.

 

 

 

 

FONTE:MONEYTIMES

final materia 1 Irene
final materia

Deixe um comentário

Auto Eletrica do Indio
Da costa Notícias
prime
Paiva Veículos Notícias
Moveis Paraná

Posts Relacionados