Polícia prende professor indígena acusado de estuprar a sobrinha

Um professor indígena de 42 anos foi preso preventivamente por policiais da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Porto Velho, acusado de estuprar a própria sobrinha de 14 anos. O crime foi denunciado pelo pai da vítima em agosto deste ano.

No dia 29 de agosto o pai da adolescente procurou a delegacia para denunciar o crime, praticado por seu próprio irmão contra sua filha.
  
O homem relatou para a Polícia, que naquele mesmo dia ele teria sentido falta da filha e começou a procurar por ela. Ao entrar na Casa do Índio, local que dá assistência aos povos indígenas, ele flagrou o irmão abusando da sua filha.

Um mês após ter feito da denúncia, o pai da adolescente procurou a Polícia novamente informando que o acusado estava ameaçando matar toda sua família. Ele disse ainda que o irmão teria afirmando que tinha comprado uma arma de fogo.

Após o crime ser denunciado, os policiais da DPCA, coordenados pelas delegadas Adrian Viero e Márcia Gazoni, iniciaram as investigações e foi decretada a prisão preventiva do acusado.

Nesta manhã, os policiais foram até a Casa do Índio e cumpriram o mandado de prisão. Questionado, o homem negou ter abusado da sobrinha e disse que no dia do crime ele tinha encontrado a adolescente sem roupa.

Ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da justiça.

Fonte:Rondoniagora

Nada para mostrar aqui

Deixe um comentário

Posts Relacionados

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM BURITIS

Aconteceu hoje aproximadamente às 13 horas próximo da avenida Paraná st. 02 em Buritis uma tentativa de homicídio. O fato que ainda está sendo objeto