REDE PRATO FÁCIL: Projeto que vai beneficiar famílias com fornecimento de refeições é lançado

  • Visando facilitar o acesso da população carente à alimentação saudável e de qualidade o Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), em ação inédita desenvolveu o Projeto ‘Rede de Credenciamento Prato Fácil’ que busca fornecer refeições saudáveis e completas às famílias por um preço mínimo no valor de R$ 2 (dois reais).
O projeto vai funcionar em duas etapas: A primeira consiste no credenciamento dos restaurantes privados e a segunda etapa é a conferência dos beneficiários que terão acesso às refeições. (Somente após o resultado do credenciamento dos restaurantes privados inicia-se a segunda etapa).
Representantes de restaurantes já podem acessar o Edital de Chamamento Público Nº. 156/2020/CEL/SUPEL/RO publicado nesta terça-feira (1). O procedimento dar-se-a por meio de credenciamento, de acordo com a Lei 8.666, de 21 de junho de 1993. Os interessados devem estar atentos a todas as regras e normas estabelecidas no certame. A abertura dos envelopes está agendada para o dia 14/12/2020, e os interessados podem obter o edital no seguinte link: http://www.rondonia.ro.gov.br/supel.
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Com a implantação do projeto, a Seas dá cumprimento as metas estabelecidas no Plano Estratégico do Estado de Rondônia 2019-2023. Segundo a primeira-dama e secretária da Seas, Luana Rocha, o Projeto Rede de Credenciamento Prato Fácil tem como principal objetivo facilitar o acesso da população carente do município de Porto Velho à refeições saudáveis e de baixo custo, observando os requisitos previstos na Lei Orgânica da Segurança Alimentar e Nutricional do Estado de Rondônia.
“Com este projeto inovador além de contribuirmos com a diminuição da fome e da desnutrição de famílias carentes, estaremos fomentando a geração de emprego e renda’’ destacou a secretária.
CREDENCIAMENTO DOS RESTAURANTES
Somente serão credenciados os restaurantes que tiverem as propostas aprovadas pelo Governo Estadual. As refeições serão fornecidas nas modalidades ‘Para Viagem’ e ‘Consumo Local’. No período de pandemia, apenas a modalidade “para viagem” estará disponível. Ela fornece uma refeição completa, incluindo suco. A estimativa é que com o projeto, cerca de 1.500 (mil e quinhentas) refeições sejam ofertadas por dia, que totalizarão 33.000 (trinta e três mil) refeições ao mês.
CADASTRAMENTO DOS BENEFICIÁRIOS
O projeto busca alcançar as famílias em situação de vulnerabilidade social. Quando o cadastro dos beneficiários for liberado (2ª etapa), o cidadão que queira ter acesso às refeições servidas pelos restaurantes credenciados irá pagar o valor de R$ 2 (dois reais), valor este que será complementado por subsídio do Governo do Estado de Rondônia, oriundo dos recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep).
FONTE:GOVERNO DE RO
Nada para mostrar aqui

Deixe um comentário

Posts Relacionados

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM BURITIS

Aconteceu hoje aproximadamente às 13 horas próximo da avenida Paraná st. 02 em Buritis uma tentativa de homicídio. O fato que ainda está sendo objeto