Suspeito de matar mulher e esconder corpo em guarda-roupas é interrogado em RO e diz ‘não se lembrar de nada’

O suspeito de matar Ângela Maria Silva Duarte e esconder o corpo em um guarda-roupas, em Ji-Paraná (RO), foi interrogado pela Polícia Civil na quinta-feira (20). Ele foi localizado na semana passada enquanto estava se escondendo em uma fazenda em Rondolândia (MT).

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luis Carlos Hora, o homem alega que “não se lembra de nada que aconteceu” no momento do crime e que quando acordou percebeu que “a vítima amanheceu morta ao seu lado”.

O suspeito é vizinho de Ângela. Quando a família percebeu que ela estava desaparecida, foi até a casa dele e encontrou o corpo dela dentro de um guarda-roupas. Ela estava nua.

Depois do crime, o homem fugiu até a fazenda onde foi encontrado, em Mato Grosso.

Por conta da situação em que o corpo foi encontrado, a polícia desconfiava que a vítima poderia ter sido abusada sexualmente. Alguns dias depois do crime, a autópsia no corpo de Ângela confirmou que ela foi estuprada e asfixiada.

Diante dos fatos, a polícia iniciou a investigação para descobrir se o abuso aconteceu antes ou depois do homicídio. Segundo o delegado Luis Carlos, o suspeito cedeu material biológico para que seja realizado exames de DNA. O caso segue sendo investigado.

FONTE:G1

final materia 1 Irene

Deixe um comentário

REI DO PANO
unicesumar dentro
roque
vloss

Posts Relacionados