DETALHES DA NOTÍCIA


Publicado em 09/05/2019    230 Visualizações

"Não denigra a categoria dos outros” diz mototaxista a motorista de aplicativo

Compartilhar

Uma declaração concedida na manhã desta quarta-feira (8) pelo presidente da Associação dos Motoristas Profissionais por App do Estado de Rondônia – AMPPARON, Rodrigo Sena, em uma manifestação da categoria na manhã desta quarta-feira (8) causou indignação da classe dos mototaxistas de Porto Velho, que se sentiram ofendido após Sena afirmar que os usuários desse serviço usam o mesmo capacete e que cobram preço igual a uma corrida de carro. 


De acordo com presidente da Associação dos Mototaxistas do estado de Rondônia, Pedro Geraldo, os motoristas de App tem todo o direito de buscar melhorias, porém sem “denegrir” a imagem das outras categorias que atual na prestação do serviço de mobilidade urbana. 


Ele falou que todos os passageiros usam o mesmo capacete, porém ele também não troca o bando quando leva o passageiro, ele não tem conhecimento do que falou, porque todo mototaxista é obrigado a ter uma touca descartável para proteger o passageiro, e a higiene é algo que vai de cada um”, afirmou Pedro Rogério.


Ainda de acordo com o presidente dos mototaxistas no Estado, o presidente da AMPPARON foi errôneo ao afirmar que o preço dos mototaxistas é de R$ 10. “Os mototáxis possuem tarifa mínima a partir de R$ 5, por isso ele não sabe o que fala”, afirmou Pedro Rogério, que ao final clamou, “Lute por sua categoria, mas não denigra a dos outros”, afirmou o presidente dos mototaxistas. 
O repórter William Ferreira “Homem do Tempo”, conversou com o presidente dos mototaxistas que esclareceu essa situação.

 


FONTE: Rondônia Aovivo






  • COMENTÁRIOS DO FACEBOOK

    PUBLICIDADE